O que é HAP

O organismo dispõe de duas circulações. A grande, em que o sangue circula pelos diversos órgãos, e a pequena, onde o sangue circula do coração para os pulmões, e volta. Quando se usa o termo hipertensão arterial, está se referindo ao aumento da pressão na grande circulação, que irá gerar conseqüências para o lado esquerdo (ventrículo esquerdo) do coração, que terá que trabalhar contra uma resistência aumentada. Já a hipertensão arterial pulmonar gera conseqüências para o lado direito do coração. Não é fácil detectar a hipertensão arterial pulmonar.

O papel do coração é enviar oxigênio ao organismo; este é captado nos pulmões. Durante esforços físicos, os músculos exigem maiores quantidades de oxigênio. O organismo se adapta a esta maior necessidade de oxigênio aumentando o volume de sangue que flui através dos pulmões, por aumento do débito cardíaco. Para permitir isto, as artérias pulmonares se dilatam, graças à sua maior flexibilidade, em comparação às artérias do restante do corpo.

Na hipertensão arterial pulmonar, a pressão do sangue nas artérias pulmonares se eleva acima dos níveis normais, pelo espessamento da parede das artérias e pela contração dos músculos situados em sua parede. Em muitos casos, o que resulta nesta elevação não é aparente. Com a perda da flexibilidade dos vasos, o ventrículo direito precisa trabalhar mais para fazer o sangue circular pelos pulmões. A pressão média da artéria pulmonar é de 14 mmHg. O diagnóstico de hipertensão arterial pulmonar é feito quando a pressão média da artéria pulmonar, no paciente em repouso, se eleva acima de 25 mmHg.

Desenvolvimento da HAP

A função da artéria pulmonar é transportar sangue pobre em oxigênio do lado direito do coração para os pulmões, onde o sangue tem o dióxido de carbono removido e substituído por oxigênio. O sangue rico em oxigênio retorna então para o lado esquerdo do coração através das veias pulmonares, e a partir do coração é distribuído para o resto do corpo. Na HAP, a pressão no sistema vascular pulmonar é elevada por causa das anormalidades nos vasos pulmonares. A conseqüência a longo prazo da HAP é que o lado direito do coração se torna dilatado e disfuncional. Em termos médicos específicos, a HAP é definida como um aumento da média da pressão arterial pulmonar.

Sintomas

Os sintomas nos estágios precoces da HAP são muito inespecíficos. O mais comum é a dispnéia ou encurtamento da respiração. Com a evolução da doença, coração e pulmões são afetados, os pacientes se tornam incapazes de executar até mesmo as tarefas da rotina diária. Outros sintomas podem incluir desmaio (síncope), vertigem, pele azulada (cianose), dor torácica, tosse (às vezes com sangue), veias do pescoço distendidas, fígado aumentado, inchaço (edema) nos tornozelos ou pés, abdome dilatado, e fadiga.

Diagnóstico e tratamento

Uma vez que os sintomas são inespecíficos, inicialmente não são atribuídos à HAP. Quando os sintomas se tornam sérios os pacientes são encaminhados a um especialista, geralmente um pneumologista, cardiologista ou reumatologista. O instrumento de controle mais importante para a HAP é a ecocardiografia, que detecta essencialmente a disfunção do coração direito. O único instrumento seguro para confirmar o diagnóstico é um cateterismo do coração direito que mede a pressão arterial pulmonar. Outros testes válidos para identificar e caracterizar a HAP incluem a radiografia do tórax, uma tomografia computadorizada de alta resolução (TCAR), exame do tórax e testes de função pulmonar.

Artigo

Artigo sobre os recentes avanços no tratamento da Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP) – Antagonistas dos Receptores de Endotelina (AREs) – Professor Sérgio Saldanha Menna Barreto, Professor Titular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS e Chefe do Serviço de Pneumologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre – HCPA publicado na Revista Brasileira de Medicina, volume 61, edição Janeiro/ Fevereiro de 2004 (págs. 71-75).

Artigo Prof. Menna Barreto

créditos: http://www.actelion.com.br/uninet/www/www_br_p.nsf/content/hipertensao+arterial+pulmonar

Anúncios

2 Responses to O que é HAP

  1. gelsi freitas oliveira disse:

    gosto, desta página por trazer informações, aos pacientes. já que eu faço oxigênação domicíliar, pois tenho enfisema pulmonar DPOC.

  2. soely antonia conceição ranieri disse:

    Estou sempre atenta aos comentários e informações desta pagina porque tenho HAPI desde 2004 e meu grupo de acompanhamento é da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Muito obrigada pelos esclarecimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: